http://intercursos.org/index.php/intercursos/issue/feed intercursos 2023-11-24T00:48:00+00:00 Profª Drª Verônica Teixeira Marques intercursos.anintersh@gmail.com Open Journal Systems <p>A intercursos - Revista Científica Interdisciplinar da Aninter-SH surgiu de uma proposta de reunir trabalhos de pesquisadores da área interdisciplinar. Dedica-se à publicação de artigos, relatos de experiência e resenhas da comunidade científica nacional e internacional que investigam questões de interesse das diversas áreas do conhecimento. Seu objetivo é contribuir para a formação do pesquisador por meio da divulgação de pesquisas e estudos realizados por discentes e docentes de pós-graduação vinculados a instituições nacionais e estrangeiras.</p> http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/2 AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DA QUALIDADE DA ÁGUA EM UMA COMUNIDADE DO MUNICÍPIO DE MANACAPURU – AM 2023-11-23T18:30:30+00:00 Nadielle Castro Pereira nadielle.pereira@afya.com.br Ronaldo Laércio de Oliveira Azevedo Filho nalazevedo@yahoo.com.br Lúcia Tatiana Filgueiras de Souza intercursos.anintersh@gmail.com Marlene Duarte de Oliveira Gadelha intercursos.anintersh@gmail.com Anna Karine Braga dos Santos intercursos.anintersh@gmail.com Raimunda Macena Cavalcante intercursos.anintersh@gmail.com <p>A água potável é um recurso essencial para a saúde e bem-estar humano, porém, está sujeita a contaminações que ameaçam sua qualidade, especialmente em comunidades rurais com acesso limitado a tratamento de água. Este estudo teve como objetivos examinar a qualidade da água em duas comunidades, identificar as causas da contaminação e promover a conscientização sobre práticas seguras de água. As amostras de água foram coletadas de poços em duas comunidades, Rei Davi e Palestina, e submetidas a análises físico-químicas e microbiológicas. Os resultados mostraram que a água do Poço 1 (Rei Davi) atendeu aos padrões de potabilidade, mas os Poços 2 e 3 (Rei Davi) e o Poço 4 (Palestina) apresentaram coliformes totais, indicando contaminação. Possíveis causas da contaminação incluem infiltração de águas superficiais, sistemas de distribuição comprometidos e manutenção inadequada. Medidas corretivas e preventivas foram implementadas, incluindo informação e conscientização das comunidades, distribuição de folhetos educativos e tratamento dos poços com cloro. Espera-se que essas ações restaurem a qualidade da água, promovam práticas sustentáveis de tratamento e manutenção da água e protejam a saúde pública a longo prazo. Este estudo ressalta a importância da vigilância da qualidade da água em comunidades rurais e destaca a necessidade de educação e intervenções corretivas para garantir água segura para consumo humano. A colaboração entre autoridades de saúde e comunidades é fundamental para manter a qualidade da água e prevenir doenças transmitidas pela água.</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Nadielle Castro Pereira, Ronaldo Laércio de Oliveira Azevedo Filho, Lúcia Tatiana Filgueiras de Souza, Marlene Duarte de Oliveira Gadelha, Anna Karine Braga dos Santos, Raimunda Macena Cavalcante http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/3 BACURAU E O “MUSEU VIVO”: ESPAÇO DE MEMÓRIA E RESISTÊNCIA 2023-11-23T19:03:49+00:00 Luciana Renata Santana Diniz intercursos.anintersh@gmail.com Hamilcar Silveira Dantas Junior intercursos.anintersh@gmail.com <p>O presente trabalho explana os diversos tipos de memórias que permeiam uma sociedade e reforça a importância dos monumentos terem significado na construção da memória coletiva de uma comunidade. Este estudo analisa de que forma os artefatos do Museu Histórico da obra filmíca “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, se materializaram e se tornaram símbolo de resistência aos ataques de um grupo de extermínio estadunidense que caçava humanos “por esporte”. Objetivamos neste trabalho analisar recortes que mencionam, direta ou indiretamente, o Museu Histórico de Bacurau (MHB), sua importância para os moradores do pequeno povoado e espaço de resistência, luta e sobrevivência através de seus artefatos de memória.&nbsp; Analisaremos a composição da imagem, diálogos e o acervo expostos durante o filme que envolvem o museu no roteiro, segundo a análise fílmica de Aumont e Marie (2004). Concluiu-se que o Museu Histórico de Bacurau, enquanto espaço de memória social institucional, é a materialização das memórias coletivas, simbólicas, da comunidade, utilizadas como artefatos de resistência para a existência do povoado. Através de cada indumentária, arte em madeira exposta, recortes de jornal, instrumento de trabalho e armas, uma mensagem de resistência era posta e encorajava o povo, a resistir e a reagir.</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Luciana Renata Santana Diniz, Hamilcar Silveira Dantas Junior http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/4 BIOPODER, ALGORITMOS E O CONTROLE DA MULTIPLICIDADE 2023-11-23T19:07:27+00:00 Paulline Ribeiro Barros intercursos.anintersh@gmail.com Elton Dias Xavier intercursos.anintersh@gmail.com <p>A forma como as redes sociais funcionam promove o controle às multiplicidades em meio digital? Partindo da leitura de algumas categorias apresentadas por Foucault em sua obra, busca-se compreender o biopoder e o controle exercido na vida da população por meio do investimento das tecnologias de biopolítica, a forma como as redes sociais operam a partir do uso dos algoritmos e suas implicações na difusão de ideias dentro daquelas redes sociais digitais, assim como a relação entre seu funcionamento e o combate à multiplicidade, enquanto expressão dessas tecnologias. A hipótese que se pretende verificar é de que as redes sociais enquanto expressão das relações sociais é utilizada como instrumento de reprodução das tecnologias de biopolítica contra sujeitos ou grupos que são observados como risco à manutenção do controle da população. Por meio do método de abordagem hipotético-dedutivo, pretendemos responder ao problema inicialmente apresentado, a partir de pesquisa bibliográfica e análise documental, por meio de estudos já produzidos sobre o tema.</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Paulline Ribeiro Barros, Elton Dias Xavier http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/5 FÓRUM DE PROGRAMAS INTERDISCIPLINARES DE PÓS-GRADUAÇÃO: DE ONDE VIEMOS E PARA ONDE VAMOS 2023-11-23T19:10:22+00:00 Márcia Bento Moreira intercursos.anintersh@gmail.com Rafael Duarte Coelho dos Santos intercursos.anintersh@gmail.com <p>O Fórum de Coordenadores de Programas de Pós-Graduação Interdisciplinares do Brasil foi criado por um grupo de coordenadores de programas da área Interdisciplinar da CAPES, motivados pela necessidade coletiva de haver uma organização das informações, processos e obter respostas aos questionamentos perante a CAPES e a coordenação de avaliação. Esse movimento começou em 2017 e com o passar do tempo foi ficando evidente a necessidade de suporte aos coordenadores em diferentes aspectos, não somente nos de avaliação dos programas, compreensão das regras e uso do ferramental disponibilizado pela CAPES para as avaliações; mas também referente à formação, apoio a uma cultura interdisciplinar e no suporte aos diversos aspectos da coordenação de programas de pós-graduação, sejam administrativos, técnicos, organizacionais ou mesmo sociais. Este artigo recapitula a história do Fórum, as lições aprendidas durante seus primeiros anos de organização e a visão para o seu futuro.&nbsp;</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Márcia Bento Moreira, Rafael Duarte Coelho dos Santos http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/6 IMPACTOS DECORRENTES DE UHES EM POVOS INDÍGENAS: UMA APROXIMAÇÃO TEÓRICO-METODOLÓGICA A PARTIR DOS DETERMINANTES SOCIAIS DE SAÚDE (DSS) 2023-11-23T19:13:22+00:00 Rafael Ademir Oliveira de Andrade intercursos.anintersh@gmail.com <p>O presente trabalho tem como objetivo realizar uma aproximação teórico-metodológica da análise a partir de Determinantes Sociais de Saúde (DSS) com a pesquisa com povos indígenas impactados por grandes empreendimentos infra estruturais energéticos, especialmente as Usinas Hidrelétricas de grande porte (UHE), utilizando-se de análises previamente realizadas sobre o caso das UHE do Complexo do Madeira em Rondônia e os povos impactados. De natureza qualitativa e exploratória, esta pesquisa utilizou-se de uma metodologia de revisão por aproximação temática, onde a partir de estudos prévios e inserções em bancos de dados, o autor coletou dados para que de forma inicial (uma aproximação) pesquisas de diferentes campos científicos fossem associadas na tessitura do texto aqui apresentado. Concluímos que a DSS é uma importante ferramenta para análise dos impactos sociais em povos indígenas decorrente de grandes empreendimentos, principalmente por apontar uma conexão com a análise em escalas e permitir uma interconexão entre cultura e dados mais quantitativos.</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Rafael Ademir Oliveira de Andrade http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/7 INTERSECÇÕES HUMANIDADE-NATUREZA A PARTIR DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL MEDIADA PELA APICULTURA E O CUIDADO COM AS ABELHAS 2023-11-23T19:18:14+00:00 Caio de Sousa Murta intercursos.anintersh@gmail.com Gustavo Rovetta Pereira intercursos.anintersh@gmail.com André Rodrigo Rech intercursos.anintersh@gmail.com <p>O uso humano do mel é uma atividade possivelmente tão antiga quanto a própria humanidade, figurando entre as primeiras formas de manejo que os seres humanos implementaram com a biodiversidade da qual fazem parte. Foram encontradas evidências paleontológicas do uso do mel nas civilizações egípcias e pré-colombinas e observações importantes acerca das abelhas e da produção de mel escritas por Aristóteles, um dos fundadores do que podemos chamar como pensamento ocidental, muito embora os registros orientais acerca do tema sejam inclusive ainda mais antigos. Neste trabalho revisamos as análises já publicadas acerca das relações entre seres humanos e natureza mediadas pelas práticas e criação de abelhas com especial enfoque para a apicultura, ou seja, o manejo da espécie <em>Apis mellifera </em>e das várias espécies sem-ferrão, nativas dos diferentes territórios, ao longo do planeta, para produção de mel, cera, própolis e outros derivados. Para isso, foi buscado na literatura, através do Portal de Periódicos CAPES, os termos “Beekeeping” AND “Environmental perception”. A partir disso, selecionamos os textos centrais para o debate e os lemos integralmente. Apresentamos aqui uma síntese destas leituras com apontamentos iniciais a partir de vivências e diálogos com apicultores(as) da região do Vale do Jequitinhonha e Semiárido Mineiro. Percebemos que a apicultura pode ser uma atividade produtiva importante na mediação da relação humanidade-natureza e pode contribuir para o sentimento de pertencimento e sensibilização acerca das contribuições da natureza para as pessoas (NCP). No entanto, há que se considerar que como uma atividade econômica está sujeita a influências de mercado e valores associados ao lucro e a produção que podem muitas vezes estar em conflito com os objetivos de uma atividade sustentável.</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Caio de Sousa Murta, Gustavo Rovetta Pereira, André Rodrigo Rech http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/8 INVENTANDO SELFS: O ÍNTIMO E O POLÍTICO DA CULTURA CIBERFEMINISTA 2023-11-23T19:22:26+00:00 Carlos Henrique Medeiros de Souza intercursos.anintersh@gmail.com Paolla dos Santos Souza intercursos.anintersh@gmail.com Ieda Tinoco Boechat intercursos.anintersh@gmail.com <p>A partir dos conceitos sobre o ciberfeminismo, o presente trabalho buscou fazer uma observação sobre as práticas culturais em um determinado grupo na rede social <em>Facebook</em>. Utilizou-se como método investigativo da pesquisa a netnografia baseada na obra de Kozinets (2014). Desta forma, a proposta metodológica contribuiu para o desvelamento dos novos modos de interação e produção de sentidos, que exploram o autorretrato/retrato artístico com a cultura da autoexposição nas redes sociais digitais (SIBILIA, 2008). Alguns dados desta pesquisa nos permitem destacar que experiências por meio das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), marcam a figuração de novas subjetividades e fomentam os laços&nbsp;de sociabilidade e solidariedade entre as jovens feministas.</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Carlos Henrique Medeiros de Souza, Paolla dos Santos Souza, Ieda Tinoco Boechat http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/9 O DIREITO DAS PESSOAS TRANS AO TRATAMENTO HORMONAL 2023-11-23T19:26:47+00:00 Caio Lorena de Menezes Dores intercursos.anintersh@gmail.com Vivianny Galvão intercursos.anintersh@gmail.com Vinicius Minatel intercursos.anintersh@gmail.com <p>este trabalho aborda a necessidade da garantia do acesso da população transgênera ao tratamento hormonal no sistema público de saúde. O acesso à saúde constitui a efetivação dos princípios fundamentais do SUS e está assegurado em portarias publicadas pelo Ministério da Saúde. Apesar disso, o serviço ambulatorial não está disponível em muitos Estados brasileiros, sendo necessário o deslocamento do paciente para outros entes da Federação. É importante destacar que o direito à saúde deve ser compreendido especialmente como um direito ao bem-estar. A terapia hormonal constitui importante ferramenta de escolha no processo de reconhecimento da identidade de gênero e deve ser garantida pelo Estado. Nessa perspectiva, o artigo trata o acesso à saúde como um direito humano que deve levar em consideração a busca pela realização ampla de outros direitos como a liberdade de gênero, o direito ao nome etc. A metodologia utilizada será a da pesquisa qualitativa, com coleta de dados secundários e levantamento de projetos de lei.</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Caio Lorena de Menezes Dores, Vivianny Galvão, Vinicius Minatel http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/10 O PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE SÍFILIS GESTACIONAL NO MUNICÍPIO DE ARAGUATINS NO PERÍODO DE 2015 A 2021 2023-11-23T19:29:54+00:00 Victor Martins Eleres intercursos.anintersh@gmail.com Lílian Natália Ferreira de Lima intercursos.anintersh@gmail.com <p>A sífilis consiste em uma infecção sexualmente transmissível, ela é vista a mais de meio milênio, atingindo homens e mulheres. Representa um dos relevantes agravos à saúde a ser enfrentado em âmbito global, devido a sua distribuição mundial. O objetivo da pesquisa foi avaliar o perfil epidemiológico da sífilis gestacional no período de 2015-2021 em Araguatins no estado do Tocantins. A pesquisa trata-se de um estudo epidemiológico de carácter quantitativo e exploratório-descritivo. Percebeu-se que houve um aumento da prevalência dos casos de sífilis gestacional de (10,3%) no ano de 2015 para (23,7%) no ano de 2018, em seguida a isso houve um declínio nas taxas de prevalência anuais. A respeito do perfil sociodemográfico dessas gestantes foi apontado que as mesmas possuem uma baixa escolaridade, maior faixa etária entre 13-23 anos, e (82,5%) se autodeclararam pardas, tais informações nos sugerem um grupo de maior vulnerabilidade social. Quanto à classificação clínica (42,3%) das fichas analisadas tiveram essa informação ignorada, evidenciando negligência do preenchimento por completo das fichas de notificação compulsória por os profissionais de saúde. Ressalta-se um total de (54,6%) parceiros que tiveram o tratamento ignorado. Evidenciando uma enorme fragilidade nas ações de prevenção, diagnostico e tratamento da infecção por sífilis durante a realização do pré-natal. Ressalta-se a necessidade de incentivo a realização de notificação da sífilis, com o objetivo de aumentar as informações e produções cientificas sobre esse determinado agravo à saúde publica, visando assim à redução da mortalidade e morbidade neonatal.</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Victor Martins Eleres, Lílian Natália Ferreira de Lima http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/11 REFERÊNCIAS CULTURAIS AFRO-BRASILEIRAS: QUESTÕES PARA ESTUDOS SOBRE PRESERVAÇÃO CULTURAL 2023-11-23T19:32:50+00:00 Otair Fernandes de Oliveira intercursos.anintersh@gmail.com <p>O presente artigo busca promover reflexões sobre as referências culturais afro-brasileiras e matriz africana como patrimônio cultural brasileiro. O reconhecimento das expressões culturais dos afro-brasileiros como o samba, a capoeira e os terreiro de candomblé, dentre outras, é fenômeno recente e carece de discussões sobre o sentido, significado e implicações no campo de estudos e nas políticas públicas de patrimônio cultural. Apontamos aqui para a necessidade de pautar este debate na perspectiva dos dos sujeitos produtores e fazedores dessas culturas, a população negra ou afro-brasileira, filhos/as da diáspora africana escravizados/as e seus descendentes explorados economicamente, tiveram suas histórias e culturas&nbsp; invisibilizadas, marginalizada e apagadas pelo colonizador europeu. Como promover políticas de preservação de referências culturais marcadas historicamente pela marginalização, exclusão, preconceitos, desigualdades raciais e sociais? Como preservar o que não se conhece diante da tamanha injustiça impostas aos africanos escravizados e seu descendente no Brasil? Motivados por essas e outras questões, este texto foi construído com base nas investigações do Grupo de Estudo Patrimônio, Educação e Cultura Afro-Brasileira, que busca problematizar o reconhecimento da cultura afro-brasileira e matriz africana como patrimônio cultural em uma sociedade altamente fragmentada, desigual, relações assimétricas de poder, estruturada historicamente sob a lógica do racismo (em diferentes níveis e dimensões). Um texto construído a partir do fazer sociológico enquanto conhecimento socialmente situado e relacionado com o nosso lugar no mundo e às experiências que vivemos na perspectiva de uma produção acadêmica inter/multi/transdisciplinar para uma educação antirracista e ações afirmativas, no âmbito do PPGPaCS/UFRRJ.</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Otair Fernandes de Oliveira http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/12 UM MUNDO MELHOR PARA UM NÚMERO MAIOR DE PESSOAS 2023-11-23T19:35:59+00:00 Djalma Thürler intercursos.anintersh@gmail.com <p>Este ensaio busca na crítica criativa ao modelo hegemônico de ciência, que normaliza o eurocentrismo e o colonialismo e utiliza termos como hegemonia, poder e dominação para descrever a posição das ciências ocidentais sobre as demais, defender a epistemologia interdisciplinar, que tem desempenhado um papel crucial na compreensão e no avanço do conhecimento em várias áreas acadêmicas, se concentrando na interação e na colaboração entre diferentes disciplinas, superando as barreiras tradicionais que separam os campos do conhecimento e se&nbsp; abrindo a&nbsp; uma abordagem mais holística para a resolução de problemas complexos.&nbsp;</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Djalma Thürler http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/13 A CRIMINALIDADE E AS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO 2023-11-23T19:39:31+00:00 Lidiane Medeiros de Souza intercursos.anintersh@gmail.com Mariana Verinesi Vieira Medeiros intercursos.anintersh@gmail.com Fabio Machado de Oliveira intercursos.anintersh@gmail.com <p>Este trabalho, baseado exclusivamente em técnicas de pesquisas bibliográficas e eletrônicas, trata de dissertar sobre os crimes cibernéticos especialmente no Brasil, mas ao final relata o caso de Lucas Michael Chansler, que foi contado em 2014 pelo agente do FBI encarregado da investigação, Larry Meyer, no Discovery ID, e na mídia para posterior conhecimento das vítimas que ainda não sabem da prisão do criminoso.&nbsp; O crime é relatado não só para acrescentar exemplo ao trabalho, mas também para divulgar e ser visto por pessoas que possam identificar alguma das vítimas em algum momento e servir de utilidade pública. Iniciado com a definição de crimes virtuais, conhecimento do assunto no Brasil e de como são investigados, o crescimento destes nas redes de sociais, o papel do investigador, e as questões legais envolvidas.</p> 2023-11-23T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Lidiane Medeiros de Souza, Mariana Verinesi Vieira Medeiros, Fabio Machado de Oliveira http://intercursos.org/index.php/intercursos/article/view/14 APRESENTAÇÃO 2023-11-24T00:48:00+00:00 Napoleão Miranda intercursos.anintersh@gmail.com Verônica Teixeira Marques intercursos.anintersh@gmail.com <p>É com grande satisfação que apresentamos à comunidade acadêmica e científica a revista <strong><em>InterCursos,</em></strong> periódico da ASSOCIAÇÃO NACIONAL EM PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR – SOCIAIS E HUMANIDADES (ANINTER-SH), já no 12° ano de existência, e cujo número inaugural encontra-se à disposição de todas as pessoas associadas e leitores em geral.</p> <p>A revista é resultado do esforço de vários dos membros da atual Diretoria da ANINTER-SH, autores vinculados aos programas de pós-graduação que a ela são associados, participantes do Fórum dos Programas de Pós-Graduação da Área Interdisciplinar da CAPES e outros autores que desenvolvem pesquisas interdisciplinares no Brasil.</p> 2023-11-24T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 admin admin